domingo, 15 de junho de 2008

Supostamente Conhecido

Acho estranho a situação quando se anda pelo mundo afora e então se encontra um camarada, supostamente conhecido, de óculos escuros. Primeiro não tem nem certeza se é a pessoa que você acha que é; depois, como fica sua cara se você falar e ele nem der atenção? Quer dizer, você sequer sabe se o camarada está olhando na sua direção...

Agora a novidade é o mp3 (4, 5, ...): a evolução do antigo e quase não funcional "Walk-Man*", digo que era não funcional porque nunca consegui fazer aquilo funcionar direito, tanto com as rádios quanto com a k7, rsrsrs - mas isto é um julgo de valor, é pessoal.

O cara está ali andando com o seu sonzinho no ouvido e você vê o camarada e grita de felicidade "Fulano de tal" e ele segue, como se nada tivesse acontecido, e nada aconteceu mesmo (rsrs). Complicado.

E ai quando eu vejo alguém de óculos escuros eu falo ou não falo no meio da rua? Eis a questão. Fico encarando e, se o cara não me (re)conheça, deve achar, caso esteja olhando em minha direção, que devo ter tendências homossexuais, quando na verdade a idéia é que sempre é bom (re)ver amigos antigos.

Alguém vai caminhar à tardinha e pensa: "porque não levar meu walk-man evoluído?" Depois acaba ainda protegendo seus olhos do sol quente, para quê ele comprou os óculos, afinal? Aí acabou! O cara correndo lentinho de óculos escuros e o ouvido ocupado: acho que não vai querer que ninguém interrompa seu passeio, ou seu esporte.
Me pergunto o que mais vai colaborar para que os seres humanos acabem se tornando, de fato, um gás de partículas não-interagentes...
_________________________
* Novidade pra mim: Walkman® é uma marca registrada e pertence à Sony Corporation. (fonte: wikipedia). O certo, então, é dizer: "tocadores de áudio".

3 comentários:

Eliasibe Luis disse...

Sobral, tás falando de Aécio? euheueh :P
Bom, essa situação realmente é chata. Contudo, se o cara, no caso tu, não quiser perder a oportunidade de falar com um suposto amigo de infância, a saída é insistir msm. A ponto de tocá-lo.
Como usuário de mp3, costumo ouvir as músicas num volume que dê para escutá-las. E em tal volume, dá pra escutar sons externos perfeitamente. É exagero colocar um volume a ponto de bloquear os sons externos. Além de ser prejudicial à saúde, tendo em vista que o ouvido aguenta sem grandes danos até cerca de 80dB (decibéis), a quem diga que o ouvido começa a ter perdas a partir de 56dB. O fator duração da exposição a poluição sonora é extremamente relevante. Para saber mais sobre o assunto, veja esse artigo: http://www.koot.com.br/artigos/artigos.php?id=21

É isso aí, té mais.

Tiago Souza Lima disse...

lasquem-se! =P

Uljota disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
A descrição bateu, hein? Não, não é específico para ele, é que andei pensando no assunto enquanto conversava com amigos.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Abração a todos!